sexta-feira, 17 de março de 2017

Weekly Shonen Jump: TOC - 17/03/2017

Fonte::::: Analyse It
Orgulho de Nietzsche.


Os editores dá mais famosa revista de mangás do Japão decidiram adotar o niilismo na publicação de cada edição da Shonen Jump, e deste modo essa edição também teve somente 9 séries ranqueadas. Se não bastasse o Ranking vazio, os editores também estrearam uma série no qual o protagonista TAMBÉM tem um olho bem vazio, e sem nenhuma vontade de viver sua vida em uma sociedade presa a essa moral histórica, Em clima niilista, vamos a TOC:

TOC Weekly Shonen Jump #16 (20/03/17)
Robot×Laserbeam c01 (Capa, Página Colorida de Abertura e Nova Série de Tadatoshi Fujimaki)
01 - One Piece c859
Dr. Stone (Capítulo 03)
Black Clover c102 (Página Colorida)
02 - Shokugeki no Souma c207
03 - Kimetsu no Yaiba c54
Saiki Kusuo no Sainan c236 (Página Colorida)
04 - Hinomaru Zumou c137
05 - Boku no Hero Academia c130
Haikyuu!! c246 (Página Colorida)
Boku-tachi wa Benkyou ga Dekinai c07 (Pré-Rank)
06 - Yakusoku no Neverland c31
Yuragi-sou no Yuuna-san c55 (Página Colorida)
U19 (Capítulo 06)
07 - Spring Weapon No. 1 c21
Harapeko no Marie (Capítulo 04)
Poro no Ryuugaku-ki (Capítulo 05)

08 - Samon-kun wa Summoner c73
09 - Gintama c627
Isobe Isobee Monogatari ~Ukiyo wa Tsurai yo~ c229
HUNTER X HUNTER (Hiatos)
World Trigger (Hiatos)

Prévia #17:
Capa e Página Colorida de Abertura: Boku no Hero Academia
Página Colorida: Shokugeki no Souma, Yakusoku no Neverland, Robot×Laserbeam

Começando pelos mangás não ranqueados, tivemos nessa edição a estréia da nova série do criador de Kuroko no Basket. Dessa vez, o autor lançará uma série sobre GOLF, um esporte que já vimos na revista com um mangá intitulado de "Rising Impact". Se Robot x Laserbeam (que tem um nome realmente muito ruim) conseguir alcançar um sucesso parecido como de Rising Impact, que mesmo não sendo um super sucesso, vendia relativamente bem, o autor de Kuroko no Basket pode já ficar feliz. Nessa edição também tivemos várias páginas coloridas, todas para mangás veteranos, por isso: Black Clover, PSI Kusuo Saiki e Yuragi-Sou no Yuuna-San.

Nessa edição também tivemos o pré-rank de Boku-tachi wa Benkyou ga Dekinai - Acredito que o mangá será inicialmente bem classificado, mas sua sobrevivência dependerá da recepção das demais séries da leva. Mesmo assim, estou bem otimista nas suas chances de sobrevivência. Sobre a recepção de Dr.Stone, a série teve uma pontuação boa no primeiro capítulo, mas nada realmente especial, por isso eu diria que suas chances de sobrevivência dependerão de dois fatores; o primeiro é a qualidade dos próximos capítulos, e o segundo é quanto os leitores vão apoiar a série por causa da arte espetacular de Boichi. Vimos com Gakkyuu Hottei e Stealth Symphony que um nome famoso não salva nenhuma série na revista.

Em primeiro lugar tivemos ONE PIECE, que seria realmente o "Übermensch" da Shonen Jump - não simplesmente por ser o maior mangá da revista, pois o conceito de "Super-homem" ou "Além-Homem" em que Nietzsche acredita vai muito além de ser grande. ONE PIECE é o mangá que mais se aproxima desse conceito, pois apresenta aos seus leitores ideias que, inclusive, vão contra a moral tradicional dos japoneses - A naturalização do transexuais, combate o racismo (que é um dos aspectos mais tristes da sociedade japonesa), a mudança de conceitos de bom (piratas) e mal (marinheiros), e melhor, como Nietzsche afirma em "Assim Falou Zaratustra", o Übermensch deve ser guiado pelos seus sentimentos, pelas suas pulsões, e é realmente assim que os heróis criados por Eiichiro Oda agem; Luffy é guiado sempre das suas pulsões, e principalmente, está sempre pronto à refutar certas regras pré-estabelecidas, utilizando uma vontade construtiva.

Em segundo lugar tivemos Shokugeki no Souma, que está muito instável na revista - algumas semanas em último, algumas em primeiro, outras recebendo páginas coloridas, mas mesmo com essa grande variação, sabemos que Souma se encontra em uma situação complicada e delicada, já que suas vendas continuam a cair. Voltando ao clima da análise, Shokugeki no Souma seria um niilista mais parecido com o conceito de Übermensch de Gabriele D'Annunzio (escritor italiano, importante nos momentos nacionalistas italianos nos anos 10 e 20 - deste modo, serviu de grande influência para o fascismo de Mussolini). D'Annunzio é um homem que prega a vida boêmia, e acima de tudo, acredita que conhecer e fazer da sua vida uma obra de arte é a levação. Shokugeki no Souma é aquela obra que tem como seu ponto mais forte a arte, uma arte que tenta elevar as sensações, os sentimentos, e ao mesmo tempo a sensualidade dentro de cada um dos personagens - Shokugeki no Souma é de certo modo uma obra que representa o estilo de vida no qual D'Annunzio tentou viver -.

Em terceiro lugar tivemos Kimetsu no Yaiba, que é o protagonista niilista da obra prima do escritor russo, Ivan Turgenev - Estou falando de Bazarov, do livro "Pais e Filhos", mas porquê estou relacionando Yaiba à um personagens tão frio e calculista? Pois Yaiba, mesmo sendo pressionado por todos os lados, manteve o seu estilo narrativo, o autor precisou de frieza e uma grande crença em sua história para não ceder a pressões externas - além disso a série negou tudo aquilo que é conselhado em um mangá Shounen; o traço limpo, os protagonista bonitos ou "fodões", batalhas com grandes super-poderes, evitar uma grande dramaticidade (Kimetsu no Yaiba é muito dramático). Bazarov ia contra a todos os sentimentos mundanos, as regras, a religião, a moral tradicional, do mesmo modo que Yaiba vai contra as regras dos mangás Shounen's. E até mesmo a ambientação fria da série, de certo modo, lembra a vegetação russa, e também a personalidade de Bazarov. Só devemos torcer para que, o autor de Kimetsu no Yaiba, não acabe se cortando com uma das suas tesouro e acabe morrendo contaminado com "tifo epidêmica".

Em quarto lugar tivemos Hinomaru Zumou. representa perfeitamente o niilismo passivo de Schopenhauer, por um simples motivo: a série percebeu que sua existência na revista não está valendo nada (estou sendo exagerado logicamente), e o mangá praticamente tem pouquíssimas chances de ganhar um anime, deste modo só lhe restou apreciar os demais mangás na revista, sem almejar mais nada para si mesmo. Hinomaru Zumou não está quebrando nenhuma regra, até tentou no começo apresentado  um mangá sobre um esporte esquecido por deus e o mundo, mas acabou se conformando com as exigências da sociedade e tentou (apresentando personagens marombas e mais personagens femininas) atrair o público, deste modo não está usando sua vontade de ser único e indiferente as morais dos outros para quebrar esse niilismo que circunda a sua vida. Deste modo, sim, Zumou me lembra muito Schopenhauer.

Em quinto lugar tivemos Boku no Hero Academia que consegue apresentar muito bem o conceito de Apolíneo e Dionisíaco que tanto Nietzsche comentou ao longo dos seus longos livros filosóficos. Enquanto Izuku representa aquele herói Apolíneo (por isso baseado em Apollo), no qual os planos, as estratégias, a visão sobre o mundo, são baseadas em um viés mais racional, e mais organizado, o seu arqui-inimigo Bakugou adota o espirito Dionisíaco, deste modo voltado para o caos e que escapa de qualquer sistema racional pré-imposto pela sociedade. Para Nietszche, provavelmente Bakugou estaria mais próximo do Übermensch que Izuku, mesmo que de certo modo, também o protagonista de Boku no Hero Academia tenha algumas características necessárias para se tornar o "super-homem" de Friedrich.

Em sexto lugar tivemos Yakusoku no Neverland, série que dependendo do modo no qual o roteirista decidirá guiar a história, pode adotar um niilismo ativo, idealizado por Nietzsche. Sim, talvez toda a existência dos órfanos seja resumida a ser animais prontos para o abate, mas mesmo a realidade sendo triste e vazia, praticamente sem sentido, isso os fortalece, e através da suas vontades de não se conformarem com o sistema (que os levará a morte), decidem quebrar as regras e escapar. Não podemos considerar os personagens principais da verdadeiros "Ubermensch", pois tem muitas características suas que são o contrário do esperado por Nietzsche, mas não podemos negar que a série de certo modo, mesmo que não perfeitamente, apresenta elementos parecidos com a ideologia niilista de Friedrich Nietzsche.  Em sétimo lugar tivemos Spring Weapon Number One, que acredito que seguirá um conceito: nasceu do nada, viveu por alguns momentos, e depois retornou para o nada.

Samon-Kun wa Summoner ficou na oitava colocação, e consideramos o personagem um niilista mais Leopardiano - Giacomo Leopardi foi um escritor italiano que de acordo com o crítico alemão Karl Vossier criou a "religião do nada". O pessimismo de Leopardi, baseado muito na visão de mundo de Lucrezio, lembra exatamente o protagonista que dá o nome ao mangá: Samon. O demônio prega pelo mal dentro de cada um de nós, por uma visão tão pessimista sobre o funcionamento de cada ser humano na natureza e no universo, que podemos inclusive considerar o "mal", "a vã existência" e a "morte" como parte essencial e base do funcionamento de tudo que nos circunda. Samon acredita tanto na soberania do mal, que está pronto para levar a protagonista da história para inferno. Como, acontece em "Ad Arimane" de Leopardi, vemos em Samon-Kun wa Summoner uma contemplação do deus do mal.

Em nono lugar tivemos Gintama, que por mais que tenha ficado na última colocação, não corre nenhum risco de cancelamento. Se tem uma série que consegue recuperar e incorporar o espirito dionisíaco, famoso deus grego da loucura e do caos, é a nossa série de comédia preferida, Gintama. Como Nietzsche explica no livro "O Nascimento da Tragédia", tentar explicar a realidade através de pensamentos organizados não funciona muito bem, por isso é necessário adotar o espirito de Gintama (dionisiaco), deste modo, através do caos e da eterna mutação moral, nunca se acomodando a conceitos estáticos e regras, explicar a realidade que nos circunda. Digo isso pela narração e humor caótico adotado pela série, que sejamos sinceros, é espetacular.

*Lembrando que essa análise adapta um pouco as teorias niilista de vários autores, e é uma análise mais relaxada.
Fonte::::: Analyse It

sexta-feira, 10 de março de 2017

Weekly Shonen Jump: TOC - 10/03/2017

Fonte::::: Analyse It
TOC niilista.


Escrito por Leonardo Nicolin.

Essa semana tivemos um perfeito exemplo de uma TOC niilista, no qual, o "vazio" ocupou a classificação e o coração dos editores. Tivemos somente nove séries ranqueadas, utilizando o sistema ocidental de ranqueamento, por isso podemos considerar esta a TOC mais vazia dos últimos anos - tão vazia ao ponto do quinto colocado estar ao mesmo tempo entre os cinco primeiros colocados e cinco último colocados. Sem mais delongas, vamos analisar essa TOC idealizada pelo nosso falecido amigo, Nietzche:

TOC Weekly Shonen Jump #15 (13/03/2017):
One Piece (Capa e Página Colorida de Abertura)
01 - Haikyuu!!
Harapeko no Marie (Capítulo 03)
Dr. Stone (Página Colorida)
02 - Yakusoku no Neverland
03 - Boku no Hero Academia
Gekkou no Arcadia (Página Colorida, One Shot)
04 - Spring Weapon Number One
Hinomaru Zumou (Página Colorida)
Boku-tachi wa Benkyou ga Dekinai (Capítulo 06)
05 - Shokugeki no Souma
Kimetsu no Yaiba (Página Colorida)
Poro no Ryuugaku-ki (Capítulo 04)
06 - Black Clover
U19 (Capítulo 05)
07 - Saiki Kusuo no Sainan
08 - Yuragi-sou no Yuuna-san
09 - Samon-kun wa Summoner
Isobe Isobee Monogatari
Gintama (Ausente)
BORUTO (Ausente, Mensal)
World Trigger (Hiatos)
Hunter x HUnter (Hiatos)


Prévia TOC Weekly Shonen Jump #16:

Capa e Página Colorida de Abertura: Robot×Laserbeam (Nova Série)

Página Colorida: Haikyuu!!, Saiki Kusuo no Sainan, Black Clover, Yuragi-sou no Yuuna-san
Começando pelos mangás não ranqueados, tivemos nessa semana capa e página colorida de abertura de ONE PIECE, que justamente está tratando o arco da Big Mom e o "resgate" de Sanji. Podemos dizer que a série se encontra em um arco bem polêmico, no sentido, tem muitas pessoas gostando e muitas que não estão gostando - por variados motivos, seja a previsibilidade seja o ritmo (os que gostam, logicamente, aprovando tanto as reviravoltas quanto o ritmo desses capítulos). Outro motivo que talvez esteja dividindo as opiniões sobre esse arco, seja a expectativas que vários leitores tinham para o confronto entre os chapéu de palha e Big Mom. Mesmo assim, não podemos negar que ONE PIECE continua sendo uma das principais, aliás, a principal série que integra a Weekly Shonen Jump.

EFEITO COLOR PAGE & POPULARIDADE: É importante notar, como NENHUMA das novas séries foram classificadas em colocações ruins; Harapeko no Marie e Dr.Stone foram classificadas em colocações altíssimas. Boku-tachi wa Benkyou ga Dekinai foi classificado após uma série que ganhou uma página colorida - muitos leitores tendem a dar uma olhada nas séries que ganharam página colorida, deste modo, assim que terminam dão "de cara" com uma série novata, e podem assim decidir ler o capítulo dessa nova série (que talvez tinham abandonado, pois não gostaram do primeiro e segundo capítulo, ou simplesmente tinham esquecido da existência, e como tendem a ler em ordem aleatória, poderiam deixar esse mangá por último - É uma ótima estratégia para pegar os leitores que leem de modo aleatório). Poro no Ryuugaku-ki também foi classificado após uma página colorida, e por fim U19, que aquele que parece ter a menor chance de sobrevivência (e pelo andar da carruagem, os editores já devem ter tido a recepção do primeiro capítulo), foi classificado após Black Clover, que é uma série de grande popularidade e que atrai o mesmo público alvo que U19. Deste modo ,todas as séries novatas da revista foram, teoricamente, classificadas em uma boa colocação - essa foi uma das edições mais bem distribuídas que já vi na Shonen Jump.  

Em primeiro lugar tivemos Haikyuu!!, que após várias edições, retornou ao topo da revista (o mangá não conseguia essa posição desde a edição 10, no qual estreou Boku-tachi wa Benkyou ga Dekinai). Muitas acreditam que a série deveria ganhar primeiras colocações mais recorrente, mas para o seu estilo e público alvo, acredito que a frequência atual seja justa. Além disso, o mangá sempre fica entre os primeiros colocados, é a segunda série que mais recebe capas na revista, constantemente é colocada uma miniatura sua na capa de cada edição (mesmo quando não ganha página colorida, como foi o caso da edição #13), em todas as edições vimos publicidade de produtos relacionados a série. Podemos dizer que os editores fazem questão de mostrar que a série é um dos produtos mais importantes da revista, e não corre nenhum risco de acabar sendo cancelado.

Em segundo lugar tivemos o nosso querido Yakusoku no Neverland - Primeiro digo é surpreendente a posição de Harapeko no Marie, os editores estão querendo realmente que a série se torne um novo sucesso comercial (provavelmente acreditam que seja o substituto perfeito para Gintama). Porém, mesmo com tantas séries que poderiam ser colocadas em posições mais altas de Neverland, os editores preferiram entregar a segunda colocação para a série de mistério, mostrando como confiam e acreditam no seu potencial. Deste modo é inegável que a situação da série na revista esteja segura, e mesmo com tantos novos mangás estreando, acredito que no máximo três se tornaram um sucesso, por isso, não vejo chances de vermos a série sendo cancelada de nenhum modo. Aliás, para mim é quase garantido que a série chegará aos seus dois anos de vida, quando provavelmente será anunciado o seu anime. 

Em terceiro lugar tivemos Boku no Hero Academia, que se meteu em uma pequena confusão nos últimos dias; Kevin Hamric da VIZ havia declarado que a nova temporada de Tokyo Ghoul já estava chegando, contudo, na verdade ele queria se referir a nova temporada de Boku no Hero Academia, que será lançada nesse mês de abril. Essa notícia foi um grande baldo de água fria nos seguidores de Tokyo Ghoul, e não acrescentou nada aos seguidores de Boku no Hero Academia, por isso lentamente será esquecida por todos. Sobre uma terceira temporada de HERO, ainda é muito cedo para falarmos. Provavelmente a Bones (estúdio responsável pela animação da série) deve esperar para ver a recepção desses novos capítulos, e também ver as vendas dos volumes da série. Contudo, sejamos sinceros, as chances que a série tenha uma terceira temporada é relativamente pequena. Pode acontecer caso as vendas da segunda temporada sejam iguais a da primeira temporada (que foram o suficiente para o estúdio ter um pequeno lucro), porém, se diminuírem, como é normal acontecer com as segundas temporadas, as chances diminuem drasticamente, e dependerá mais da capacidade da Shueisha em convencer a Bones a produzir mais uma nova "season". 

Em quarto lugar tivemos o nosso querido e inexplicável fenômeno, Spring Weapon Number One - Acredito a possibilidade de vermos a série sobrevivendo à próxima leva seja realmente baixa, aliás, os editores tem total condição de lançar mais uma leva de três ou quatro mangás, a partir de junho. o que diminuiria realmente muito as chances dos editores decidirem salvar a série, contudo, mesmo sendo baixas, não podemos dizer que são nulas. Após o incrível aumento de vendas de Kimetsu no Yaiba (que conseguiu calar a minha boca, e teve um aumento irreal em vendas, vendendo incríveis 41 mil cópias nos primeiros três dias), os editores podem estar esperando um aumento parecido com Spring Weapon Number One, deste modo, podem decidir sobre o seu futuro somente após verem as vendas do segundo e terceiro volume. Acho improvável vermos a série se salvando, mas a possibilidade ainda existe, e o milagre da leva passada, pode se repetir na próxima. Em quinto lugar tivemos Shokugeki no Souma, que ao mesmo tempo que ficou entre os cinco primeiros, também esteve entre os cinco últimos colocados. Domingo teremos o retorno da análise do Ranking Oricon, no qual explicarei melhor a situação que a série se encontra.

Em sexto lugar tivemos Black Clover que vem sendo variando suas colocações, mas sempre está entre os sete primeiros colocados. Contudo, não podemos dizer que a sexta colocação nessa semana é um bom resultado, pois não é. A TOC não podemos analisar simplesmente com o "ranking puro", pois sabemos muito bem (e já expliquei isso com várias provas mil vezes) que a classificação é organizada pelos editores, e de nenhum modo, as posições são referentes a votação de alguma edição, mesmo que os editores levem em consideração a popularidade da série em geral para decidir quais colocações colocar o mangá. Além, do mais importante a qualidade do capítulo. Talvez esse seja o motivo pelo qual Black Clover pegou uma colocação tão baixa ou talvez tenha um outro motivo? Se analisarmos bem, a série está localizada após TREZE mangás, sendo que um deles tem 50 páginas, por isso, a sua posição na revista está na parte INFERIOR da TOC ou explicando mais tecnicamente, o terceiro setor da revista (podemos dividir a Shonen Jump em quatro setores - Essa divisão foi feita pelos meus anos de estudo e experiência nessa bagaça): 

O primeiro setor que são as 150 primeiras página, nessas páginas são localizadas os mangás que tiveram o maior destaque na semana. Por exemplo, usando como base essa edição, provavelmente teremos: ONE PIECE, Haikyuu!!, Harapeko no Marie, Dr.Stone, Yakusoku no Neverland e Boku no Hero Academia. Nas 150 primeiras páginas normalmente temos entre 5 a 6 séries, são aquelas séries que o leitor lê mais facilmente, se ele decide seguir a ordem de leitura (como muitos gostam de fazer - mesmo que a grande maioria dá aquela "roubadinha" e decidem ler primeiro as duas ou três séries que estão extremamente ansiosos para saber o que aconteceu no capítulo).

O segundo setor que está entre as páginas 150 e 300, que são as séries que estão em uma boa colocação, e as pessoas que tendem a ler em ordem de leitura, não se encontram tão cansados. Normalmente os editores colocam duas séries com páginas coloridas nesse grupo, para assim, estimular o leitor a dar uma olhada no meio da revista, ler essas séries, e quem sabe, também ler a série que vem logo após à aquela que ganhou a página colorida, como poder acontecer. 

O terceiro setor: que vai dá página 300 até a página 380, é um setor muito pequeno, ocupado normalmente por três ou quatro séries. Os leitores em ordem de publicação que chegam nessas páginas já estão extremamente cansados, pois lerem mais de 300 páginas de séries, algumas com muitos diálogos, como é o caso Yakusoku no Neverland - Colocar séries com mais dialogos nesse setor pode acabar prejudicando a própria revista. É melhor colocar séries de leitura rápida, como as comédias, ou séries de ação com muitos quadros que apelam somente para cenas rápidas e emocionantes, sem ter nenhuma escrita. Outro ponto a ser considerado é que muitos dão uma pausa na leitura quando chegam nesse período, e o problema da pausa na leitura, é que você nunca sabe quando vai retoma-la - Talvez a pessoa só volte a ler a revista depois de 1 semana, e o período de envio do cartão foi para o beleleu. 

O quarto setor: que é o último, que vai da página 380 até a 480, é composto em grande parte por séries de rápida leitura (comédias ou ecchi's) e séries com baixa popularidade, deste modo aquelas que tendem a ser canceladas. Muitas pessoas tendem a ignorar muitas das séries novatas nas últimas colocações, pois interpretam como mangás de ruim qualidade (e em grande parte é). Os editores da Shonen Jump ultimamente estão colocando séries populares nas últimas colocações, talvez para convencer o público a ler também a parte inferior da revista. Os editores da Young Jump e Shonen Magazine já utilizam essa estratégia à muitos anos. O problema é que de certo modo, é que aqueles que tendem a ler as séries na ordem disposta pelos editores, tendem a chegar MUITO cansados nas últimas cem páginas. Essa semana tivemos no quarto setor SOMENTE séries de leitura rápida; Yuragi-Sou, Samon, PSI Kusuo Saiki e Isobe Isobee (Talvez U19 entre nesse grupo, mas podemos também considera-lo parte do terceiro setor, as páginas não devem serem seguidas rigorosamente). 

Por isso, Black Clover que está localizado na terceira zona nessa semana, foi realmente muito mal classificado, mas talvez os editores colocaram o mangá em uma colocação tão baixa justamente para ajudar um outro mangá, U19 - Sabemos que os editores podem ter o resultado da votação em menos de 20 dias (esse é o período que os editores demoravam para publicar os vencedores da Jump NEXT), mas também podemos deduzir que uma edição da revista comece a ser montada cerca de 10 à 15 dias antes do seu lançamento, por isso levando em conta que estamos na edição #15, os editores PODEM já ter tido a resposta para o cartão de U19, incluindo as respostas para as perguntas diretas, como se gostaram do protagonista e etc. Levando isso em consideração podemos deduzir que os editores já sabem da ruim recepção da série, mas como podemos perceber pelas classificações das novas séries no passado, eles também tendem a não desistir de um mangá antes de saber a recepção dos três primeiros capítulos, por isso, colocar a série entre os últimos, CONTUDO, atrás de Black Clover, pode ter sido uma ótima estratégia para equilibrar a balança - A posição de Black Clover pode também ter sido pela qualidade do seu capítulo (isso não posso responder, pois ainda não li o capítulo dessa semana), e os editores decidiram aproveitar que já pretendiam colocar a série em uma colocação baixa, e assim deixaram que U19 viesse logo após. 

Em sétimo lugar tivemos PSI Kusuo Saiki, que claramente está localizado no quarto setor da revista. Logo após tivemos Yuragi-Sou no Yuuna-San, que parece que vai continuar sendo classificada em posições baixas, os editores claramente estão dando a série o mesmo tratamento que deram à To LOVE-Ru, e talvez só vejamos a série receber um pouco mais de destaque após um possível anime - e não acreditam que tratarão Yuragi-Sou no Yuuna-San como um grandíssimo sucesso, provavelmente continuarão a classificar a série em posições baixas, somente que, por causa do anime, os editores decidam dar ao menos duas capas ao ano para a série, ao invés de NENHUMA ou uma de aniversário (que aliás, ainda estamos esperando pela sua capa de aniversário). Por fim, na última colocação tivemos Samon-Kun wa Summoner que mesmo estando na pior colocação possível, não deve estar correndo risco de ser cancelado, pois os editores só vão começar a pensar em qual série irá cancelar quando tiverem em suas mãos quase todas as recepções das novas séries lançadas nessas últimas semanas. Samon-Kun wa Summoner pode não estar totalmente a salvo, mas por enquanto, suas posições ruins não significam simplesmente nada.
Fonte::::: Analyse It

sexta-feira, 3 de março de 2017

Weekly Shonen Jump: TOC - 03/03/2017

Fonte::::: Analyse It
A Idade da Pedra.


Escrito por: Leonardo Nicolin. 

Quando o céu se tornar vermelho, e todos se tornarem pedra, retornaremos ao passado, quando éramos homo-erectus. E como todos os seres humanos voltarão a sua origem, os editores também os editores retornarão a sua forma ancestral, no qual não sabiam nem ler e nem escrever: e isso explica completamente essa TOC dessa semana. O grupo editorial da revista não foi transformada em pedra, como acontece em Dr.Stone, mas se tornaram um bando de Neandertais ou Homo-eructus e começaram a jogar todos os papeis para cima, bater nos próprios peitos, gritar versos sem sentido. A única pessoa sã, desesperada recolheu os capítulos e lançou de qualquer modo no mercado, sem pensar na ordem. Vamos à TOC:

TOC Weekly Shonen Jump #14 (06/03/2017)
Dr. Stone (Capa, Página Colorida de Abertura, Nova Série de Riichirou Inagaki e Boichi)
01 - ONE PIECE c857
02 - Gintama c626
Harapeko no Marie (Página Colorida, Capítulo 02)
03 - Kimetsu no Yaiba c52
Samon-kun wa Summoner c71 (Página Colorida)
04 - Haikyuu!! c244
Poro no Ryuugaku-ki (Capítulo 03)
05 - Black Clover c100
06 - Saiki Kusuo no PSI-nan c234
07 - Yakusou no Neverland c29
Boku-tachi wa Benkyou ga Dekinai (Capítulo 05)
08 - Hinomaru Zumou c135
U19 (Capítulo 04)
09 - Spring Weapon No. 1 c19
10 - Yuragi-sou no Yuuna-san c53
Isobe Isobee Monogatari ~Ukiyo wa Tsurai yo~ c227 (Página Colorida)
11 - Shokugeki no Souma c204
Boku no Hero Academia (Ausente)
BORUTO (Ausente, Mensal)
World Trigger (Hiatos)
HUNTER X HUNTER (Hiatos)


Prévia da Edição #15:
Capa e Página Colorida de Abertura: ONE PIECE
Página Colorida: Hinomaru Zumou, Kimetsu no Yaiba, Dr. Stone, Gekkou no Arcadia (One Shot de Yagi Norihiro (Autor de Angel Densetsu e Claymore))

Prévia da Edição #16:
Capa e Página Colorida de Abertura: Robot x Laserbeam (Nova Série).

Começando pelos mangás não ranqueados, tivemos a estréia de Dr.Stone. a nova série de "Boichi" (todo mundo está ignorando o roteirista da série, que é Inagaki Riichiro). Ainda devemos ver como a série vai ser recepcionada pelo público japonês, que é o que realmente importa, mas pelo menos aqui no ocidental muitas pessoas gostaram da série. Hoje mesmo eu publiquei a análise do primeiro capítulo, por isso recomendo vocês darem uma olhada, para ver se acabam concordando com as minhas opiniões, e se tu discorda, sinta-se livre de comentar a sua. Caso tu ainda não tenha lido o primeiro capítulo da nova série de Dr.Stone, recomendo ir ao Central de Mangás dar uma lida, pois, mesmo tendo seus defeitos, na minha opinião, a dupla conseguiu entregar um primeiro capítulo muito interessante e diferente.

Também tivemos nessa edição páginas coloridas para duas séries que ganharão um novo volume no mês de março: Samon-kun wa Summoner e Isobe Isobee Monogatari ~Ukiyo wa Tsurai yo~, além da página colorida tradicional para o segundo capítulo das novas séries, nessa semana tivemos o segundo capítulo de Harapeko no Marie. Sobre a recepção de Poro no Ryuugaku-ki, sendo sincero eu não li muitos comentários dos japoneses, por isso na próxima semana eu irei comentar mais sobre as suas chances de sucesso, contudo, pelo pouco que li, devo dizer que a recepção acabou sendo bem morna, e mesmo tendo mais chances de sucesso que U19 (que simplesmente foi massacrado pelos leitores no seu segundo capítulo, e tem tudo para acabar sendo cancelado precocemente), tudo indica que não superou a recepção de Boku-tachi, que por enquanto, continua sendo a série mais bem aceita pelos leitores da revista. Contudo, eu também não diria que Boku-tachi é um sucesso garantido, pois não vejo mais ninguém exaltando a série, como vi no primeiro capítulo, parece que os comentários em relação ao mangá também se tornaram bem mornos - o que em si, não é uma ruim ou nem boa notícia, sendo que a série está no seu quarto capítulo (ainda está no quarto capítulo no Japão).

Em primeiro lugar tivemos ONE PIECE, que após ficar tanto tempo ao lado de Boku no Hero Academia, acabou contaminando-o com a doença das "ausências" - Boku no Hero Academia por motivos de saúde do autor não pode participar da revista essa semana, e provavelmente também não poderá participar na próxima semana, mas não parece ser nada de grave, talvez seja mesmo somente um forte gripe. Sobre a primeira colocação de ONE PIECE, a série quase levou uma rasteira de Gintama, mas mesmo assim conseguiu mostrar quem manda na revista, e ficou na posição mais alta possível na tabela. Para melhorar, os editores decidiram dar mais uma capa para a série na próxima edição, o motivo dessa capa é muito simples; a série se chama ONE PIECE, e coloca-lo como capa sempre atrai muito compradores. É muito simples pessoal, não tem motivo mais válido que o nome da marca para se colocar um mangá como capa. Atualmente temos somente duas séries com uma capacidade enorme de atrair leitores quando estão na "Cover" da revista; Haikyuu!! e ONE PIECE.

Em segundo lugar tivemos Gintama que deu um verdadeiro pulo do gato e surpreendeu todo mundo com essa incrível colocação - existia um tempo, não muito distante, que era muito comum vermos a série dando esses pulos do gato e em algumas semanas conquistando inclusive a primeira colocação. Ainda espero ver o mangá retornando ao primeiro lugar antes do seu encerramento, mas acredito que isso seja bem complicado, pois os editores realmente não se importa em colocar uma série em primeiro lugar só para "chocar" o público - por um motivo muito simples, o público japonês que realmente se importa com a TOC (deste modo, a segue constantemente e procura interpreta-la), considera a primeira colocação o mangá que ganhou a página colorida de abertura, por isso exatamente o primeiro mangá em ordem de leitura. Acredite a maioria das pessoas que leem a revista tendem a não se importar em ficar analisando a TOC, muitos nem chegam a votar, já que consideram de certo modo gastos inúteis. Deste modo, podemos ver Gintama retornando em primeiro lugar? Sim, mas os editores acham bem mais importante simplesmente deixar a série ocasionalmente antes da segunda página colorida (por isso, entre os dois ou três primeiros colocados) ou entregar a série uma capa.

Em terceiro lugar tivemos uma outra grande surpresa, Kimetsu no Yaiba - o motivo dessa alta colocação deve ser o lançamento do seu mais novo volume, por isso os editores decidiram fazer com que a série ficasse entre os primeiros colocados e ao mesmo tempo, na próxima semana darão uma página colorida para a série, para assim dar ainda mais destaque para o mangá. Como suas vendas estão aumentando, os editores precisam dar um destaque a série, mais do que qualquer outro mangá da revista nesse exato momento. É muito simples, a revista deve ter atualmente entre 1.5 à 1.8 milhões de leitores, a grande maioria lê somente alguns mangás, alguns deles somente ONE PIECE. O objetivo dos leitores é atrair esses leitores que por algum motivo não estão lendo Kimetsu no Yaiba - Esses leitores, podem se interessar pela página colorida, ler o capítulo, e deste modo comprar os volumes para colocar a série em dia, aumentando assim as vendas da série. Por isso, para mim a decisão é acertada; se a série tivesse se estabilizado em vendas, e a publicidade não estivesse resolvendo, como acontece com Hinomaru Zumou, eu seria contra uma propaganda excessiva, mas como as vendas ainda estão aumentando, mesmo que lentamente, sou completamente a favor da estratégia dos editores.

Em quarto lugar tivemos Haikyuu!!, que também lançará o seu novo volume nessa semana (teoricamente hoje), Os editores deram destaque para todas as séries que lançaram um volume nessa semana, TODAS, menos Shokugeki no Souma, que por incrível que pareça ficou na última colocação (tem a opção de ser um modo estranho de destacarem o mangá, já que teoricamente foi colocado após um mangá com página colorida, mas não acredito que deixar o mangá tão escondido, entre os últimos colocados, o ajude nas vendas do novo volume). Haikyuu!! chegou ao seu vigésimo quinto volume e parece estar muito estável na revista, não correndo nenhum risco de acabar sendo cancelado pelos próximos dois anos. Acredito que após a estréia de Robot x Lasebeam, o mangá que os editores devem dar alguma capa é justamente Haikyuu!!, por causa do seu aniversário e também por um motivo bem óbvio: os editores tendem a dar o destaque maior da série com quase a mesma frequência que dão para ONE PIECE, e pelo que tudo indica, esse ano devem manter a frequência, totalizando ao longo das #52 edições cerca de quatro capas para a série de vôlei. Talvez o grande sucesso de séries novatas podem diminuir para três capas, mas acredito que seja muito improvável, os editores devem retirar as possíveis capas reservadas à séries que vendem menos que ONE PIECE e Haikyuu!!.

Em quinto lugar tivemos Black Clover que chegou ao seu capítulo número 100, mas não receberá nenhum presente por parte dos editores, por enquanto. Talvez os editores estejam reservando tudo para quando a série completar o seu aniversário, que pelo andar da carruagem, será comemorado muito perto da estréia do anime. Para mim, poderiam dar uma página colorida para a série, já que a mesma está lançando o seu mais novo volume. sim a publicidade nessa altura do campeonato não deve aumentar quase nada as vendas da série, mas levando em conta que Black Clover tem um bom número de seguidores fieis, pode servir para lembrar esses seguidores de comprar o volume (lembrando que as vendas dos volumes de uma série é dividida entre dois públicos principais: aqueles que leem a Weekly Shonen Jump, mas compram os volumes para colecionar. E aqueles que não leem a revista, por isso compram para poder ler os capítulos da série. Tem aquele pequeno público que compra simplesmente por achou legal a capa, aqueles que estão tentando colocar a série em dia, e outros grupos pequenos que resultam em quantidade bem pequena nas vendas nos volumes apenas lançados). Mesmo, para mim, ser um erro não entregar uma página colorida para o mangá, não considero um erro grave, por isso não é motivo para crucificar os editores por isso.

Em sexto lugar tivemos nosso querido PSI Kusuo Saiki, que anunciou nessa semana a data para o lançamento do seu Live-Action (SERÁ FINALMENTE LANÇADO EM OUTUBRO!!!). Esse Live-Action foi anunciado à praticamente dois anos atrás, e quase não tivemos nenhuma notícia sobre o seu desenvolvimento; ano passado o autor da série inclusive comentou que achava que tinha sido cancelado, já que nem ele tinha notícias sobre o seu desenvolvimento, mas parece que após o sucesso da primeira temporada do anime, os produtores criaram coragem e finalmente começaram a gravação do filme, que para a nossa alegria, será lançado no cinema. Eu estou torcendo para que o filme consiga fazer jus ao humor da série, e entregue várias cenas hilárias, sem sentido e com muitas, mas muitas piadas engraçadas. O anime pode não ter aumentando as vendas do mangá, mas, se tudo der certo, podemos ver o Live-Action dando o boost que a série merece ganhar. Em sétimo lugar tivemos Yakusoku no Neverland, que essa semana ficou em uma colocação intermediária, mas nada que deva deixar os leitores preocupados, a série parece estar muito segura na revista.

Em oitavo lugar tivemos Hinomaru Zumou que é traduzido pela nossa companheira de longa data, a Kyodai Mangás (a melhor Scan da atualidade). Ainda estou curioso para saber se a série realmente será encerrada nas próximas semanas, mesmo que de certo modo eu esteja torcendo para que isso não aconteça; a possibilidade do mangá receber um anime ainda são bem baixas, mas seria interessante ver a obra recebendo tal regalia. É quase certo, caso o mangá seja adaptado para a televisão, o seu anime seja um fracasso de público, mas aquela pequena possibilidade que pode fazê-lo se tornar um sucesso seria ótimo tanto para a Weekly Shonen Jump quanto para o próprio Sumô que é um esporte tradicional japonês, que infelizmente, vem sendo esquecido pelos jovens. Para os novos seguidores da TOC, quando Hinomaru Zumou foi lançado, os editores realmente colocavam uma grande fé na série. A maioria das pessoas do ocidente inclusive esperavam vendas gigantescas no seu primeiro volume, e todos nós ficamos perplexos ao perceber que o mangá vendeu menos de 30 mil cópias na primeira semana (na época, eu ainda acreditava que a TOC era resultado da votação, por isso foi ainda mais inexplicável a sua posição). Criamos muitas teorias, mas após vários meses, vendo tantos mangás na mesma situação de Hinomaru Zumou, conseguimos entender que os editores começaram a dar suporte a essas séries que agradam os leitores, mas não atraem compradores (que no caso devem integrar um daqueles dois grupos citados anteriormente nessa análise). Eu ainda espero que Hinomaru Zumou se torne um sucesso, mas as possibilidades são quase zero. Racionalmente, o melhor é tanto o autor quanto a revista tentarem começar uma nova empreitada.

Em nono lugar tivemos Spring Weapon Number One que vai sambando na cara das inimigas, enquanto consegue sobreviver por mais algumas semanas na revista. Sejamos sinceros, ninguém esperava por sua sobrevivência, aliás, ninguém consegue entender o motivo pelo qual os editores decidiram salvar o mangá, talvez nem mesmo o editor. Os motivos pelo qual os editores decidiram salvar a série podem ser vários, mas acredito que mesmo para nós a situação parecer inexplicável, os editores devem ter suas razões para a série continuar na revista - Nós somos simples seguidores, não temos os dados sobre a série que o grupo editorial tem. De qualquer modo a possibilidade do mangá conseguir superar a marca de cinco volumes é muito baixa, já que na próxima leva os editores devem cancela-lo. Em décimo lugar tivemos Yuragi-Sou no Yuuna-San que continua sendo classificado em posições bem ruins, mas podemos dizer que é previsível essa ação dos editores, já que tendem a não dar muito destaque para obras do gênero, pois causam muita polêmica (inclusive os editores estão SE NEGANDO entregar a capa de aniversário da série). Não pensem que Yuragi-Sou no Yuuna-San corra risco de acabar sendo cancelado, as chances são realmente bem baixas, eu diria quase zero, mas também não pensem que os editores começarão a ranquear a série na posição que merece, somente em algumas semanas lhe entregarão uma posição alta, mas na maioria das semanas, veremos Yuragi-Sou no Yuuna-San entre os últimos colocados.

Falando em últimos colocados, tivemos na última colocação Shokugeki no Souma, que por causa da página colorida de Isobe Isobee Monogatari, a série de culinária ficou responsável pela "conclusão" da edição. Olha, já vimos muitos mangás passarem pela mesma situação de Souma (Toriko, Bleach, Beelzebub, Katekyou Hitman Reborn, e muitos outros), contudo, devo assumir que nenhum desses tinha uma situação tão instável como Shokugeki no Souma - o que quero dizer com uma situação "instável", em termos de vendas, a série parece estar em uma situação bem mais estável que séries como Toriko e Beelzebub, que quando os editores decidiram começar a classificar a série nas últimas colocações, as suas vendas já estavam em um declínio realmente absurdo e assustador, principalmente Toriko. A instabilidade que comento sobre Souma, é justamente aquela causada pelos editores: Tudo bem que atualmente a série já começa a receber muito menos publicidade, e cada vez mais vai se estabilizando nas últimas colocações, mas algumas ações dos editores vão totalmente contra as ações de rebaixar a série; dão páginas coloridas comemorativas, fazem o mangá ficar em posições boas por uma sequência de semanas (ao invés de ser por somente uma semana). Talvez isto esteja acontecendo, pois enquanto as quatro séries citadas anteriormente demoraram muito MESES na zona intermediária, antes de começarem a ser classificadas nas últimas, Shokugeki no Souma simplesmente deu um grandíssimo pulo entre o topo da revista para o "bottom", o seu rebaixamento foi muito repentino. De qualquer modo a série não parece estar correndo risco de cancelamento, mesmo que, como comentei nas semanas anteriores, em longo prazo, a sua situação não esteja nem um pouco boa. 
Fonte::::: Analyse It

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Links de Sabado #49

Black Cat


Curta no facebook

Grupos, Times & Organizações: Espadas - Bleach


Os Espada são os Arrancars de alto nível do exército de híbridos Hollow-Shinigami de Sōsuke Aizen,sendo numerados de 0 à 9, pois eles são os Hollows mais poderosos sob o comando de Aizen, e eles são os principais inimigos do Gotei 13 no arco Arrancar.

Espadas

Yammy Llargo

Coyote Starrk

Lilynette Gingerback

Baraggan Louisenbairn

Tier Harribel

Ulquiorra Cifer

Nnoitra Gilga

Grimmjow Jaegerjaquez

Zommari Leroux

Szayel Aporro Grantz

Aaroniero Arruruerie

Ex-espadas

Nelliel Tu Oderschvank

Luppi Antenor

Privaron Espadas

Dordonii Alessandro Del Socacchio

Cirucci Thunderwitch

Gantenbainne Mosqueda

Gostara tambem de...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...